Recursos

Reflexões para Pequenos Grupos da Série "Ferramentas para a vida"
Em 13/8/2017:
Valorize o que é mais importante
Dá-me sabedoria e conhecimento, para que eu possa liderar esta nação, pois, quem pode governar este teu grande povo?” (2 Crônicas 1.10). 
A ferramenta que mais precisamos para fazer escolhas certas é SABEDORIA.
Salomão entendeu que ter sabedoria para iniciar seu governo era o que mais importava.
O episódio em que pede a Deus por sabedoria é narrado em 2 Crônicas e 1 Reis.
Na narrativa de 1 Reis, Salomão é identificado como uma pessoa que amava ao Senhor, mas prestava sacrifícios nos lugares sagrados comuns. No começo do seu reinado, então, decide prestar culto no lugar principal, que era o tabernáculo. Por isso, foi até Gibeom, que era o local onde ele se encontrava, desde o tempo de Davi.
Nesse ato de culto, Salomão ofereceu mil holocaustos em sacrifício.
A diferença entre uma narrativa e outra é que, em 1 Reis, o diálogo entre Salomão e Deus se dá em um sonho, o que dá a entender que esse era um assunto que o preocupava.
A sabedoria é um desejo que nos inquieta. Buscá-la implica um EXERCÍCIO de espiritualidade que envolve toda a nossa existência.
O conselho da sabedoria é: procure obter sabedoria; use tudo que você possui para adquirir entendimento” (Provérbios 4.7).
O pedido por sabedoria está mais relacionado à maneira como nos relacionamos com o outro do que com as decisões que temos que tomar com relação à nossa própria vida.
Salomão pediu sabedoria para poder governar a relação com o OUTRO.
Dá, pois, ao teu servo um coração cheio de discernimento para governar o teu povo e capaz de distinguir entre o bem e o mal. [...]” (1 Reis 3.9).
Ele queria discernimento para saber como agir com JUSTIÇA.
“[...] discernimento para ministrar a justiça” (1 Reis 3.11).
Nem sempre o que mais precisamos é de recursos ou meios para alcançar nossos objetivos, mas de discernimento para fazer bom proveito das OPORTUNIDADES que temos.
O que Salomão não pediu:
a) Riqueza.
b) Bens.
c) Honra.
d) Vingança.
e) Mais dias de vida.
Deus sempre nos concede mais do que pedimos.
“[Deus] é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós” (Efésios 3.20).
Se a sabedoria é a coisa mais importante, veja algumas informações importantes que a Bíblia oferece.
Três informações básicas sobre sabedoria que encontramos na Bíblia:
a) A sabedoria é resultado de RELACIONAMENTO saudável e sincero com Deus. Não dá para ser sábio fazendo somente aquilo que nos agrada.
Ao homem que o agrada, Deus recompensa com sabedoria, conhecimento e felicidade. Quanto ao pecador, Deus o encarrega de ajuntar e armazenar riquezas para entregá-las a quem o agrada. Isso também é inútil, é correr atrás do vento” (Eclesiastes 2.26).
b) A sabedoria é resultado de BUSCA. Não dá para ser sábio, vivendo como se Deus não existisse.
Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida” (Tiago 1.5).
c) A sabedoria implica uma CONVERSÃO do sujeito. Não dá para ser sábio agindo e pensando do mesmo modo de sempre.
Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera” (Tiago 3.17).
Conclusão
Agir com sabedoria tem consequências, que é uma vida bem -sucedida aos olhos de Deus. Mas não ter sabedoria também tem consequências, que é ser indiferente às condições desiguais e injustas do outro.
Ser sábio é reconhecer quem é e diante de quem está.
O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; todos os que cumprem os seus preceitos revelam bom senso. Ele será louvado para sempre!” (Salmos 111.10). 
Reflexões para pequeno grupo: 
1. Depois que pediu sabedoria a Deus, Salomão passou por um teste: duas mulheres vieram reivindicar o direito de maternidade sobre uma mesma criança. Leia 1 Reis.16-28. Salomão teve que colocar em prática a sabedoria que havia recebido de Deus. Qual o teste de sabedoria que você já teve que passar?
2. Leia o versículo: Compre a verdade e não abra mão dela, nem tampouco da sabedoria, da disciplina e do discernimento” (Provérbios 23.23). Qual a relação que podemos estabelecer entre, verdade, sabedoria, disciplina e discernimento?
3. Como você descreveria uma pessoa sábia? Você conhece alguém assim?
4. Por que você precisa ter mais sabedoria?
Em 6/8/2017:
Supere o pessimismo
Todos que estão aqui saberão que não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos” (1 Samuel 17.47). 
Se você pretende realizar algo significativo na vida, um dos fatos mais corriqueiros que vai enfrentar é o pessimismo.
O pessimismo é aquela tendência de julgar ou avaliar geralmente pelo lado mais negativo ou desfavorável. É aquela atitude de sempre esperar pelo PIOR.
O pessimismo pode ser desenvolvido por você mesmo ou por pessoas com quem você se relaciona.
O pessimismo se caracteriza pelo fato de que as expectativas NEGATIVAS superam as positivas.
O pessimismo tem causas e consequências, tanto pode servir como uma proteção, ou autodefesa, como uma tentativa de se prevenir de possíveis frustrações e fracassos.
O pessimismo pode ser também uma patologia, como uma melancolia ou até mesmo depressão, que denunciam a existência de algum transtorno que resulta em desânimo, abatimento ou infelicidade.
A questão não é sabermos se somos pessimistas ou otimistas, mas se estamos dispostos a enfrentar os problemas que impedem a realização de nossos sonhos e projetos.
A experiência de Davi ao enfrentar o gigante Golias nos traz lições sobre como é possível superar o pessimismo.
Quatro opiniões que podem nos desanimar:
a) Você não é CAPAZ – Os problemas e desafios parecem que são maiores do que nossa capacidade de enfrenta-los.
Golias parou e gritou às tropas de Israel: ‘Por que vocês estão se posicionando para a batalha? Não sou eu um filisteu, e vocês os servos de Saul? Escolham um homem para lutar comigo. Se ele puder lutar e matar-me, nós seremos seus escravos; todavia, se eu o vencer e o matar, vocês serão nossos escravos e nos servirão’. E acrescentou: ‘Eu desafio hoje as tropas de Israel! Mandem-me um homem para lutar sozinho comigo’” (1 Samuel 17.8-10).
b) Você tem MEDO – A ameaças e perigos nos paralisam.
Ao ouvirem as palavras do filisteu, Saul e todos os israelitas ficaram atônitos e apavorados” (1 Samuel 17.11).
c) Este PROBLEMA não é seu – A indiferença e o preconceito são os piores obstáculos que enfrentamos.
Quando Eliabe, o irmão mais velho, ouviu Davi falando com os soldados, ficou muito irritado com ele e perguntou: ‘Por que você veio até aqui? Com quem deixou aquelas poucas ovelhas no deserto? Sei que você é presunçoso e como seu coração é mau; você veio só para ver a batalha’” (1 Samuel 17.28).
d) Você não tem PREPARO – As pessoas não saberão do que somos capazes até o momento em que enfrentamos nossos desafios.
Respondeu Saul: ‘Você não tem condições de lutar contra este filisteu; você é apenas um rapaz, e ele é um guerreiro desde a mocidade’” (1 Samuel 17.33).
Apesar de todas as opiniões contrárias, Davi entendeu que ele poderia enfrentar o problema não por causa de sua capacidade, mas por causa de sua confiança em Deus.
Três atitudes para superar o pessimismo:
a) Esteja disposto a ENFRENTAR o problema – Viver não é fácil, requer muito esforço e aprendizado.
Teu servo é capaz de matar tanto um leão quanto um urso; esse filisteu incircunciso será como um deles, pois desafiou os exércitos do Deus vivo” (1 Samuel 17.36).
b) Use bem seus próprios RECURSOS – Todos nós temos um potencial que precisa ser melhor explorado.
E em seguida pegou seu cajado, escolheu no riacho cinco pedras lisas, colocou-as na bolsa, isto é, no seu alforje de pastor e, com sua atiradeira na mão, aproximou-se do filisteu” (1 Samuel 17.40).
c) Confie que é Deus quem o CAPACITA – O maior interessado que você tenha sucesso é Deus. Ele deseja ser glorificado através de sua vida.
“Todos que estão aqui saberão que não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos” (1 Samuel 17.47).
Essa experiência de Davi ao enfrentar Golias o habilitou para aceitar desafios maiores, principalmente o de ser o rei de sua nação.
Conclusão
Deus quer confiar a nós grandes planos, mas ele espera que possamos superar nossos maiores obstáculos.
A principal ferramenta para a vida é a confiança que Deus sempre nos ENCORAJA a seguirmos adiante.
Não foi pela espada que conquistaram a terra, nem pela força do braço que alcançaram a vitória; foi pela tua mão direita, pelo teu braço, e pela luz do teu rosto, por causa do teu amor para com eles. És tu, meu Rei e meu Deus! Tu decretas vitórias para Jacó!” (Salmos 44.3,4). 
Reflexões para Pequeno Grupo 
1. Quais são os sonhos e planos que você teve que deixar para trás por causa do seu pessimismo?
2. Os pensadores pessimistas baseiam-se na ideia de que a vida é marcada por lutas e sofrimentos. Qual a perspectiva da vida que você tem?
3. Leia o versículo seguinte e responda: “Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você anda” (Josué 1.9). Essa promessa divina permite que desenvolvamos um otimismo ufanista?
4. A Bíblia diz: “Ele [Deus] fortalece ao cansado e dá grande vigor ao que está sem forças” (Isaías 40.29). Como você se sente encorajado para enfrentar os grandes desafios da vida?

Café com Palavra:

Café com Palavra:
Aos domingos, 18h, o programa de estudos bíblicos da gente.

Assista:

Venha:

Leia no blog do pastor Irenio, Filosofia e Espiritualidade: